Estimulação Magnética Transcraniana
Ciclos intensivos de reabilitação
Neuropsicologia e Treino Cognitivo
PediaSuit
Programa de Neuro-desenvolvimento
Electro-estimulação neuro-muscular
Therasuit
Estimulação Eléctrica Transcraneana

 

Instituto Luso-Cubano de Neurologia

Reabilitação neurológica • Porto • Lisboa

Instituto Luso-Cubano de Neurologia

Reabilitação neurológica • Porto • Lisboa

Instituto Luso-Cubano de Neurologia

Reabilitação neurológica • Porto • Lisboa





UMA EQUIPA MULTIDISCIPLINAR

UMA EQUIPA MULTIDISCIPLINAR

Dispomos de uma equipa multidisciplinar de profissionais de saúde, tais como médicos, terapeutas, enfermeiros e outros profissionais. 


TERAPIAS INOVADORAS

TERAPIAS INOVADORAS

Tecnologias de Estimulação Cerebral Não-Invasiva, Therasuit, Integração Sensorial, Eletroestimulação aplicada na Terapia da Fala, Fisioterapia e Terapia Ocupacional. 


FALE CONNOSCO

FALE CONNOSCO

Tem dúvidas? Exponha-nos o seu caso. Teremos todo o gosto em esclarecê-lo. Consulte a nossa página de Contactos. 






Estimulação Magnética Transcraniana

Estimulação Magnética Transcraniana

Terapia de estimulação cerebral não-invasiva que aplica impulsos magnéticos focados. 


Ciclos intensivos de reabilitação

Ciclos intensivos de reabilitação

Reabilitação intensiva para obtenção de resultados efectivos na melhoria de condições de vida de pacientes e cuidadores. 


Neuropsicologia e Treino Cognitivo

Neuropsicologia e Treino Cognitivo

Terapias cognitivas com tecnologias de bio-feedback, Rehacom, Cogniplus, entre outros 


PediaSuit

PediaSuit

Sistema disponível na Clínica Tejo, equipa certificada, aplicável a pacientes de todas as idades. 


Programa de Neuro-desenvolvimento

Programa de Neuro-desenvolvimento

Avaliação do neuro-desenvolvimento infantil e aplicação de terapias diversas para estimulação da criança. 


Electro-estimulação neuro-muscular

Electro-estimulação neuro-muscular

Electro-estimulação neuro-muscular funcional e Electro-estimulação nervosa transcutânea. 


Therasuit

Therasuit

Sistema disponível na Clínica Norte, equipa certificada, aplicável a pacientes de todas as idades. 


Estimulação Eléctrica Transcraneana

Estimulação Eléctrica Transcraneana

Estimulação eléctrica de baixa intensidade, uma terapia de estimulação transcraneana não invasiva. 


Temas ILCN

BRINCAR

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, céu, oceano, ar livre e água

O brincar é uma coisa séria.

É no brincar que a criança, e o adulto, dão liberdade à imaginação e à criatividade.
Ao brincar, a criança assume papeis e aceita regras próprias da brincadeira, executando, imaginariamente, tarefas para as quais ainda não está apta ou não sente como agradáveis na realidade, preparando-a para a vida adulta.

Brincar é a principal tarefa de uma criança.
O brincar é uma atividade que tem um fim em si mesma, porém consequentemente facilita o desenvolvimento motor, social, cognitivo e afetivo da criança.
Não podemos nunca esquecer que cada criança é única, tem as suas próprias motivações para comunicar, relacionar-se, e reage aos estímulos sensoriais de forma diferente. Quando se justifica a intervenção clínica, o seu início e os objetivos devem ter sempre em conta as caraterísticas individuais de cada criança.
Uma adequada intervenção procura, em primeira instância, promover a relação da criança com o adulto, aumentando a sua iniciativa para comunicar – seja através do olhar, de um gesto, de um sorriso, de um som ou da tão esperada palavra. Toda a intervenção deve realizar-se de forma lúdica e livre, partindo dos interesses e das motivações da criança. Os pais e outros cuidadores são essenciais para a aprendizagem e o desenvolvimento, pelo que devem ser envolvidos em qualquer programa de intervenção planeado.

Mais importante: Brinque com o seu filho. Não é preciso nenhum manual de instruções, simplesmente esteja, simplesmente fale com ele, conheçam-se mutuamente. O seu filho precisa mais de si, do que dos seus presentes. O seu filho desenvolve-se mais em cinco minutos ricos em brincadeira consigo, do que numa hora, sozinho, com o brinquedo mais caro do supermercado.

Ler mais +

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, céu, oceano, ar livre e água

O brincar é uma coisa séria.

É no brincar que a criança, e o adulto, dão liberdade à imaginação e à criatividade.
Ao brincar, a criança assume papeis e aceita regras próprias da brincadeira, executando, imaginariamente, tarefas para as quais ainda não está apta ou não sente como agradáveis na realidade, preparando-a para a vida adulta.

Brincar é a principal tarefa de uma criança.
O brincar é uma atividade que tem um fim em si mesma, porém consequentemente facilita o desenvolvimento motor, social, cognitivo e afetivo da criança.
Não podemos nunca esquecer que cada criança é única, tem as suas próprias motivações para comunicar, relacionar-se, e reage aos estímulos sensoriais de forma diferente. Quando se justifica a intervenção clínica, o seu início e os objetivos devem ter sempre em conta as caraterísticas individuais de cada criança.
Uma adequada intervenção procura, em primeira instância, promover a relação da criança com o adulto, aumentando a sua iniciativa para comunicar – seja através do olhar, de um gesto, de um sorriso, de um som ou da tão esperada palavra. Toda a intervenção deve realizar-se de forma lúdica e livre, partindo dos interesses e das motivações da criança. Os pais e outros cuidadores são essenciais para a aprendizagem e o desenvolvimento, pelo que devem ser envolvidos em qualquer programa de intervenção planeado.

Mais importante: Brinque com o seu filho. Não é preciso nenhum manual de instruções, simplesmente esteja, simplesmente fale com ele, conheçam-se mutuamente. O seu filho precisa mais de si, do que dos seus presentes. O seu filho desenvolve-se mais em cinco minutos ricos em brincadeira consigo, do que numa hora, sozinho, com o brinquedo mais caro do supermercado.

]]>

Veja todos os temas...

 

 

Projectos Financiados pela UE