Tele-Consulta COVID-19


A equipa clínica do Instituto Luso-Cubano de Neurologia está ao seu serviço na COVID-19.

Consulte o ILCN !                                                 Telefones: 960 314 570 / 960 311 244


O ILCN, no seu sétimo ano de prática clínica, dispõe de uma equipa médica de especialistas com experiência alargada em várias patologias, podendo aconselhar em doenças de coronavírus.

Para o efeito, e logo que sinta os primeiros sintomas, o ILCN apresenta-lhe o seguinte pacote de serviços para o controlo da COVID-19:


a) Inquérito telefónico sobre os sintomas sentidos pelo paciente, a fim de elaborar um Teste on-line (pré-diagnóstico);

b) Teleconsulta médica especializada, com emissão da respectiva receita médica;

c) Seguimento telefónico diário (durante 6 dias) da evolução dos sintomas do doente.


Não perca tempo precioso na resposta ao coronavírus, evite o agravamento da doença, tente evitar internamentos hospitalares.

Não se esqueça, o seu domicílio é o melhor lugar para o tratamento da COVID-19. Sirva-se dele!

Contacte-nos para marcações e mais informações.

OBS. Como instituição não subsidiada, o ILCN vê-se obrigado a cobrar os seus serviços, ainda que a preço módico.

Voltar

Crise sanitária - estratégia de abordagem global.pdf

Crise sanitária - estratégia de abordagem global.pdf (Versão 1.0)

Thumbnail Uploaded by Fernando Fernandez, 17-04-2020 19:38
O presente texto destina-se a aprofundar os conhecimentos científicos que permitem ajuizar sobre a necessidade de responder à doença da Covid-19 em tempo útil, sem esperar necessariamente pela resposta do sistema público. Serve, ainda, para enquadrar o problema da resposta rápida, não ser materialmente possível, nos casos de cada pessoa em risco de transição repentina para a situação grave. No texto critica-se, de modo incisivo, a opção estratégica oficial para os serviços públicos que na prática priorizam o controlo e não dão prioridade à rapidez. Em situações de crise/catástrofe, não há lugar para improvisos. Gastam-se inutilmente recursos através do prolongamento desnecessário das hospitalizações e os sobreviventes veem-se sujeitos a sequelas de difícil reversão. Embora improvável em categorias de população infanto-juvenis, pelas razões que abaixo se explanam, o risco de falência dos órgãos vitais pode vir, infelizmente, a ocorrer em todos os casos de infeção, sendo mais provável na 3ª, estando quase sempre na 4ª categoria de população, como se compreenderá pela leitura dos dados apresentados. A monitorização médica atempada pode fazer recuar o risco, igualmente, mesmo nas categorias mais expostas.
Etiquetas: covid-19
1 de 7

Versão 1.0

Last Updated by Fernando Fernandez
17-04-2020 19:38
Status: Aprovado
O presente texto destina-se a aprofundar os conhecimentos científicos que permitem ajuizar sobre a necessidade de responder à doença da Covid-19 em tempo útil, sem esperar necessariamente pela resposta do sistema público. Serve, ainda, para enquadrar o problema da resposta rápida, não ser materialmente possível, nos casos de cada pessoa em risco de transição repentina para a situação grave. No texto critica-se, de modo incisivo, a opção estratégica oficial para os serviços públicos que na prática priorizam o controlo e não dão prioridade à rapidez. Em situações de crise/catástrofe, não há lugar para improvisos. Gastam-se inutilmente recursos através do prolongamento desnecessário das hospitalizações e os sobreviventes veem-se sujeitos a sequelas de difícil reversão. Embora improvável em categorias de população infanto-juvenis, pelas razões que abaixo se explanam, o risco de falência dos órgãos vitais pode vir, infelizmente, a ocorrer em todos os casos de infeção, sendo mais provável na 3ª, estando quase sempre na 4ª categoria de população, como se compreenderá pela leitura dos dados apresentados. A monitorização médica atempada pode fazer recuar o risco, igualmente, mesmo nas categorias mais expostas.
Download (390k) Obter a URL.
Versão História
Versão Data Tamanho  
1.0 3 Anos Ago 390k

 

Exponha-nos o seu caso e teremos todo o gosto em aconselhar uma consulta para si ou para o seu familiar. 

Encontre as nossas moradas, telefones, emails e formulário na nossa página de Contactos.